Sim, Este é o Projeto Waterworld da Vida Real

Você se lembra do Kevin Costner no filme dos anos 90, Waterworld? Uma produção “carérrima” que conta a luta pela sobrevivência em um mundo onde as superfícies secas desapareceram com o superaquecimento do planeta? Lembrei, quando me deparei com estas fotos.

Em 2009, a artista de Rua Brooklyn Swoon e um excêntrico bando de marinheiros steampunk, quebraram o show de arte contemporânea da Bienal de Veneza em jangadas “hulking” feitas de lixo de Nova York. Chamado de “Swimming Cities of Serenissima”, os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como “Tank Girl” e “Waterworld” temperado com um pouco de água do pântano.

Desde 2006, Swoon tem organizado viagens com as flutuações DIY em vias navegáveis ​​ao redor do mundo, incluindo o Rio Mississippi, o Hudson e uma viagem da Eslovénia para Veneza, na Itália, onde o bando de estrangeiros do mar entrou em colapso na Bienal de Veneza de 2009 e praticamente Roubou a cena.

O fotógrafo e tripulante de todas as viagens, Tod Seelie documentou o Waterworld da vida real, nessas viagens épicas. Confira!

os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


“Para a tripulação da vida real, os barcos eram um lugar de refúgio – uma casa e uma maneira de se mover pelo mundo”, disse Swoon, “Para aqueles que encontram os barcos pela primeira vez, eles eram um lembrete de que tudo o que pode ser imaginado pode ser construído.”


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"



os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"

os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"
Foto da artista de Rua Brooklyn Swoon

os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


Desde sua viagem altamente bem sucedida a Veneza em 2009, o coletivo aquático não tinha mais sido visto nas águas, mas uma nova aventura aconteceu em agosto de 2013 no rio de Willamette, Oregon.


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"


os barcos pareciam ter saido dos filmes pós-apocalípticos dos anos 1990 como "Tank Girl" e "Waterworld"

Oregon. Uma alternativa mais refrescante que o festival Burning Man não acham?

Todas Imagens ©Tod Seelie

Compartilhe com seus amigos, curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Felipe Hack

Sócio fundador e idealizador do site Acta MUNDI. Autodidata, fascinado por tudo que envolve cultura artística, inovação e diversidade. Largou o gosto por jogos eletrônicos para se dedicar ao design gráfico 3D e empreendedorismo digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *